Luz do Sol

1514
2min de leitura

Meu nome é Luzia devido a uma promessa que minha mãe fez para a santa trazer luz aos olhos dela rsrs.

Os amigos me chamam de luz e minha família de zia.

Tanto faz para mim, desde que não seja Luzia, pois meu pai me chamava assim quando eu ia apanhar kkkkkk.

Tenho 55 anos, nasci e fui criada nas montanhas no meio de muitos homens como irmãos, primos, sobrinhos já que temos a mesma idade.

Não podia fazer nada por ser mulher, tudo era censurado, mas como sempre fui a rebelde da família e era do contra eu fazia mesmo não podendo, quanto mais me proibiam mais eu fazia, principalmente nadar pelada no rio com os meninos.

Depois apanhava claro rsrs. Sempre achei que roupas era pra esconder está máquina magnífica que temos, vejo o corpo como um instrumento de minha alma onde eu posso, sem limites, experimentar tudo como humana.

Vivo nas montanhas com muitos bixos e eles estão sempre nus, eu me considero parte dos reinos tanto vegetal como animal, me sinto como eles. Não dá pra abraçar uma árvore, um boi, um tatu ou outros bixos com uma armadura (roupa) no corpo.

Acho uma afronta e também consigo sentir o coração deles batendo com o meu. Sou considerada louca e bruxa pela família e o povo do vilarejo, mas o q pensam não tem a menor importância para mim, pois tenho uma única chance de viver está vida aqui e agora, e não vou desperdiça lá para agradar a outro.

Me amo tanto que me Basto, nada falta na minha vida. Amo meu corpo com suas marcas do tempo, amo minha idade pois é um privilégio envelhecer, amo minha pessoa e minha companhia. Amo a vida e toda sua magnificência. 

Vejo todas as coisas com os olhos de Deus e vejo Deus em todas as coisas e acho que o amor cura tudo.

Por: Luz do Sol

Edição: Everton EN

Luz do Sol

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL