Imagem capa - Cris Naturista homenageando Luz del Fuego por Essência Nua

Cris Naturista homenageando Luz del Fuego

Luz del Fuego (1917-1967) foi uma bailarina, naturista e feminista brasileira.

No início dos anos 20, a família Vivacqua mudou-se para Belo Horizonte. "Luz del Fuego" foi o nome artístico adotado posteriormente por Dora Vivacqua. Ao conhecer o serpentário do Instituto Ezequiel Dias, fez dele o seu passeio preferido.

Geniosa, não aceitava ordens nem opiniões sobre sua vida. Queria ir para o Rio de Janeiro. Abominava o uso do sutiã. Desfilava pela praia de Marataízes de calcinha e bustiê improvisado com lenços, quando o biquíni ainda estava longe de constar do vocabulário nacional.

Em 1944, tornou-se a atração da noite no palco do picadeiro do Circo Pavilhão Azul, sendo anunciada como "a única, a exótica, a mais sexy e corajosa bailarina das Américas: Luz Divina e suas incríveis serpentes". Fazia seu espetáculo na companhia do casal de jiboias Cornélio e Castorina.

Luz del Fuego anotava suas experiências pessoais em um diário. Em 1947, por sugestão do palhaço Cascudo, começou a adotar o nome artístico de "Luz del Fuego", nome de um batom argentino recém lançado no mercado.

Luz começou a tornar públicas suas ideias em um país onde ainda não se usava maiô de duas peças nas praias e o culto ao corpo se resumia aos concursos de Miss Brasil.

Reunia um pequeno grupo de amigas na praia de Joatinga, próximo a sua casa na Av. Niemeyer. Era uma praia deserta devido ao difícil acesso.

Luz percebeu então que o nudismo lhe asseguraria a evidência. Publicou o livro "A Verdade Nua". Nele lançava as bases de sua filosofia naturalista.

Luz criou o PNB, Partido Naturalista Brasileiro, e conseguiu isto à custa de espetáculos gratuitos, seminua, nas escadarias do Teatro Municipal. Attilio impediu o registro do partido.

Em 19 de Julho de 1967 os irmãos Alfredo Teixeira Dias e Mozart "Gaguinho" Dias armaram uma emboscada para Luz del Fuego. As ações criminosas de Mozart haviam sido apontadas à polícia por Luz e ele queria se vingar. Atraiu Luz ao seu barco e a matou. Fez o mesmo com o caseiro Edgar


Fotos: Cris Naturista

Modelo: Cris Naturista

Biografia de Luz del Fuego

Por Dilva Frazão


Todas as Fotos e   Publicações do  Projeto Essência Nua, são obras intelectuais protegida   pelo Direito  Autoral e Processual Civil pelo Artigo 7 - Inciso  VII da    Lei nº  9.610/1998